Pelo encravado na virilha: como tratar e prevenir

O pelo encravado ocorre quando o pelo cresce para dentro da pele e não para a superfície externa. Desta forma, o pelo forma pequenos nódulos na pele, que podem inflamar e em alguns casos levar a infecções locais, desencadeando dor e desconforto.

Pelos encravados na virilha constituem uma condição muito frequente, isto porque a depilação frequente dos pelos desta área do corpo, que tendem a ser grossos, aumenta o risco do pelo encravar.

Em algumas situações o pelo encravado pode levar a uma inflamação e infecção do pelo, uma condição chamada de foliculite.

O que fazer para desencravar o pelo?

Algumas medidas simples podem ser utilizadas para ajudar o pelo a desencravar naturalmente, sem aumentar a inflamação em volta do pelo. Vejamos:

  • Aplique água morna ou compressas de água quente no pelo encravado, assim é possível que a pele fica mais amolecida favorecendo a liberação do pelo.
  • Use cremes esfoliantes na pele na região do pelo encravado, e esfoliação permite retirar as células mortas em volta do pelo, fazendo com que ele se solte mais rapidamente. Faça movimentos circulares gentilmente, sobre a zona de pelos encravados com o esfoliante.
  • Evite fazer depilação na região onde estão os pelos encravados. A depilação frequente aumenta o risco de inflamações e pode levar a mais pelos encravados, por isso se possível deve-se evitar até que o pelo desencrave.
  • Caso note que o pelo encravado está apresentando sinais de muita vermelhidão, inchaço, dor ou saída de secreção purulenta, consulte um médico. Se a inflamação for muita intensa pode ser necessário o uso de pomadas contendo corticoesteroides ou mesmo antibióticos, caso haja infecções associadas.
  • Como prevenir que os pelos encravem?

    Alguns métodos de depilação como a depilação com lâmina ou com cera fria aumentam o risco de pelos encravados, por isso, a primeira dica é buscar métodos de depilação que reduzem o trauma na pele, como depilação a laser, a luz pulsada ou com cremes depilatórios. Se optar pelo uso de cera, prefira a cera quente ao invés da fria.

    Outras medidas importantes a serem tomadas são:

    • Se for usar lâmina, procure fazer a depilação com a pele molhada e ensaboada, assim facilita o deslizamento da lâmina e evita maiores traumas.
    • Evite usar a mesma lâmina repetidas vezes, lâminas velhas favorecem a ocorrência de lesões e aumentam o risco de pelos encravados.
    • Acalme a pele após a depilação com a aplicação de cremes hidratantes ou água fria.
    • Evite mexer ou coçar a pele se notar bolinhas ou vermelhidão.
    • Mantenha a pele sempre hidratada.
    • Evite repetidas lavagens com substâncias antissépticas, porque podem causar o ressecamento da pele e favorecer o aparecimento de pelos encravados.

    Esteja atento a sinais de inflamação e infecção na pele, caso tenha dúvidas procure um dermatologista ou médico de família para uma avaliação.

    Também pode ser do seu interesse:

    Pelo encravado inflamado: o que fazer?

    Qual é o tratamento para foliculite no couro cabeludo?

    Referências bibliográficas:

    Sociedade Brasileira de Dermatologia

    Referências bibliográficas

    More Questions From This User See All

    Smile Life

    Show life that you have a thousand reasons to smile

    Get in touch

    © Copyright 2021 ELIB.TIPS - All rights reserved.