Principais exames de sangue que detectam câncer

Durante a investigação de um tumor, podem ser solicitados alguns exames que avaliam a presença de proteínas e outras substâncias no sangue, chamadas de marcadores tumorais. Quando os marcadores tumorais estão presentes no sangue em quantidade acima do normal, podem indicar a presença ou aumentar a suspeita de câncer.

Os marcadores tumorais geralmente são produzidos por células cancerígenas, embora também possam ser produzidos por células normais, por isso, na avaliação de um tumor é muito importante quantificar esses marcadores.

No entanto, é comum alguns desses marcadores apresentarem valores alterados também em outras doenças.

Exames de sangue para os diferentes tipos de tumor

Existe uma grande quantidade de marcadores tumorais, alguns se associam a mais de um tipo de tumor, outros são mais específicos de uma forma única de câncer.

Alguns exemplos de marcadores tumorais, avaliados em um exame de sangue, são:

Alfa-fetoproteína (AFP)

Este é um marcador tumoral que pode estar associado a tumores de intestino, estômago, ovário e fígado.

PSA (Antígeno específico da próstata)

Este é um dos marcadores tumorais mais conhecidos, sua elevação pode estar associada a tumores na próstata e outras doenças prostáticas.

CEA (Antígeno carcinoembrionário)

O CEA quando aumentado no sangue pode indicar tumores do intestino, como o carcinoma colorretal.

Leia também: Para que serve o exame CEA e como é feito?

MCA

É um dos marcadores tumorais do câncer de mama, pode auxiliar na suspeita diagnóstica. Também pode estar presente em doenças benignas da mama e tumores em outros locais, ovário, colo do útero, endométrio e próstata.

CA 15-3 e CA 27-29

Também são marcadores utilizados na investigação de câncer de mama. O CA15-3 é um dos marcadores mais sensíveis específicos para o câncer de mama.

CA 125

É um marcador utilizado no diagnóstico do câncer de ovário. Quando aumentado no sangue pode sugerir tumores no ovário, cistos, endometriose, problemas hepáticos ou pancreatite.

CA 72-4

É solicitado para investigar suspeitas diferentes tumores do trato gastrointestinal. Pode estar alterado no câncer de estômago, vias biliares, pâncreas e cólon.

CA 19.9

Também é um marcador encontrado em diferentes tumores. É importante na avaliação do câncer de pâncreas e trato biliar e de tumores colorretais.

BRAF

É um marcador tumoral relacionado ao melanoma, uma forma de tumor de pele maligno.

O papel dos exames de sangue no diagnóstico de câncer

O diagnóstico de um câncer é um processo complexo que envolve muitas etapas. A realização de exames de sangue, que incluem os marcadores tumorais, pode ser necessária em diferentes momentos da investigação do câncer.

Os marcadores tumorais podem estar presentes no sangue e na urina e podem aumentar a possibilidade da suspeita de câncer.

Também são muito utilizados para acompanhar a eficácia de tratamentos, já que tendem a diminuir quando o tumor está em remissão.

Um único exame de sangue não é o suficiente para se comprovar a existência de um tumor, geralmente, outros exames também são necessários, como exames de imagem e biópsia.

Por essa razão, é importante lembrar que o diagnóstico de câncer só deve ser feito através de um conjunto de avaliações por um médico capacitado.

Não há exatamente um exame de sangue especifico que consiga detectar sinais de câncer, de forma genérica no organismo.

O hemograma detecta câncer?

O hemograma não é um exame usado rotineiramente para detecção do câncer, mas eventualmente pode mostrar alguns sinais que podem sugerir tumores do tecido sanguíneo, como as leucemias.

Algumas formas de leucemia, podem ser suspeitas a partir de alterações encontradas no hemograma.

Geralmente, suspeita-se de leucemia quando o hemograma mostra uma quantidade muita alta de glóbulos brancos, ou presença aumentada de blastos, que são células jovens e imaturas que indicam rápida proliferação celular.

Alterações no número de plaquetas ou hemácias também podem aparecer no hemograma em casos de leucemia mieloide aguda.

Leia mais sobre o diagnóstico das leucemias em: Que exames servem para diagnosticar leucemia?

Para avaliação sobre o resultado de qualquer exame lembre-se sempre de consultar o médico que o solicitou, um exame precisa sempre ser interpretado de forma individual e considerando o contexto clínico de cada pessoa.

Referências bibliográficas

More Questions From This User See All

Smile Life

Show life that you have a thousand reasons to smile

Get in touch

© Copyright 2021 ELIB.TIPS - All rights reserved.