Quais os sintomas iniciais e principais das pedras nos rins?

A litíase renal ou nefrolitíase, conhecida popularmente como pedras nos rins, é uma doença muito prevalente na população.

Pode ocasionar diferentes sintomas, sendo que o mais típico é a dor em cólica ou pontada na região lombar. Sangramento urinário e náuseas também são sintomas frequentes.

A nefrolitíase é caracterizada pela formação de pequena pedras de sais minerais, como cálcio, ácido úrico e cistina. Essas pedras, também chamadas de cálculos, podem percorrer todo o sistema urinário, a depender do seu tamanho, até a sua expulsão pelo canal da uretra.

Vejamos como a litíase renal se manifesta inicialmente e os seus principais sintomas.

Primeiros sintomas: como identificar

No começo, a presença de pedras nos rins pode passar despercebida, já que quando as pedras são pequenas pode não ocorrer dor ou nenhum outro sintoma, característico da nefrolitíase.

Contudo, é possível haver alguns sintomas leves que podem sugerir a presença de pedras nos rins, que são:

  • Dor leve na região lombar: algumas pessoas podem queixar-se de uma dor leve na região lombar, ou seja, na parte inferior e lateral das costas. Essa dor pode ser confundida facilmente com dores musculares, já que são de leve intensidade e podem passar espontaneamente.
  • Sangramento na urina: também entre os primeiros sintomas de pedras nos rins destaca-se a presença de um leve sangramento na urina, autolimitado, que pode inclusive passar despercebido.

A medida que as pedras formadas crescem e passam pelo trato urinário elas começam a causar uma dor mais intensa. As pedras saem de uma estrutura chamada pelve renal e vão para o ureter, que é o canal que liga o rim a bexiga, neste percurso causam muita dor.

Se as pedras forem maiores, impactando no canal urinário e causando obstrução do fluxo de urina, as dores são mais fortes. Isto ocorre porque o ureter tende a ficar distendido com a presença do cálculo e, ao mesmo tempo, contrair de forma a permitir a passagem da pedra.

Sintomas principais de pedras nos rinsDor

A dor da presença de cálculos renais é uma dor geralmente em cólicas, ou seja, aumenta gradativamente de intensidade, atinge um pico, e depois reduz de intensidade gradualmente.

Duração da dor

A crise de dor pode durar de alguns poucos minutos até cerca de 1 hora. Com um ou mais ciclos de dor em cólica, sendo que esse processo de aumento e redução da dor pode ser repetir várias vezes ao dia.

Quando o cálculo renal que estava impactado consegue se movimentar desobstruindo o fluxo de urina, os episódios de dor aliviam. No entanto, se a pessoa tiver mais cálculos é possível que as dores retornem posteriormente em dias ou meses.

Irradiação da dor

Outra importante característica da dor das pedras nos rins é a sua irradiação, que é o caminho da dor.

Por exemplo, uma dor que se inicia na região lombar pode caminhar e atingir a região da virilha e pelve. Nas mulheres a dor irradiada pode atingir a vulva e nos homens pode alcançar a área testicular.

Entenda as diferenças entre a dor nos rins e a dor lombar de causa muscular em: Dor nas costas pode ser pedras nos rins?

Sintomas urinários

Sintomas urinários também são frequente no quadro de litíase renal. É possível apresentar dor ou ardência ao urinar e urgência miccional, que é a necessidade repentina e urgente de urinar.

A polaciúria, descrita como a vontade de urinar repetidas vezes mas sempre em pequena quantidade, também pode estar presente.

Algumas pessoas podem observar sangramento na urina, é possível observar rastos de sangue ou observar uma mudança de cor na urina. Os episódios de sangramento são mais frequentes durante as crises de dor.

Porém, a presença de sangue na urina pode ocorrer mesmo em quem não apresenta dor ou nenhum outro sintoma. Por isso, é um sintoma que merece ser investigado e melhor avaliado, já que pode ser uma indicação de pedras nos rins.

Outros sintomas

Outros sintomas também podem vir acompanhando a crise de litíase renal. É muito comum as pessoas queixarem-se de náuseas, vômitos, tontura, desconforto abdominal e mal-estar.

A febre não é um sintoma característico da nefrolitíase, entretanto, pode acontecer quando há um quadro infeccioso na região dos rins, chamado de pielonefrite. É possível ter um quadro de nefrolitíase e pielonefrite ao mesmo tempo.

A pielonefrite pode ainda causar sintomas urinários, como ardência, dor urinária, alterações de cor e odor da urina.

Caso apresente sintomas sugestivos de pedras nos rins, como dor lombar em cólica ou sangramento na urina não hesite em consultar um médico para uma avaliação.

Também pode ser do seu interesse:

Cálculo renal: como saber se tenho pedras nos rins?

Referências bibliográficas

CURHAN, G. C.; ARONSON, M. D.; PREMINGER, G. M. Diagnosis and acute management of suspected nephrolithiasis in adults. Waltham (MA): UpToDate, 2020. Acesso em: 16 jun 2020.

PREMINGER, G. M., CURHAN, G. C. The first kidney stone and asymptomatic nephrolithiasis in adult. Waltham (MA): UpToDate, 2020. Acesso em: 16 jun 2020

Referências bibliográficas

More Questions From This User See All

Smile Life

Show life that you have a thousand reasons to smile

Get in touch

© Copyright 2021 ELIB.TIPS - All rights reserved.