Composição por Justaposição

Ouça este artigo:

Justaposição significa “estar lado-a-lado”. Nos estudos sobre os processos de estruturação e formação de palavras em Língua Portuguesa, a Justaposição é um dos processos de Composição de palavras que consiste no agrupamento de duas ou mais palavras ou radicais, dando origem a outras palavras que têm sentido próprio.

É o caso do substantivo “beija-flor”, formado pela justaposição de um verbo “beijar”, flexionado no tempo presente, na terceira pessoa do singular (Ele/Ela beija), e um substantivo “flor”. A partir dessa Composição por Justaposição formou-se outro substantivo, o qual utilizamos para denominar uma espécie de pássaro. Observe que as características sonoras e ortográficas das palavras justapostas permanecem inalteradas, isto é, continuam sendo escritas e pronunciadas da mesma forma.

Assim, a Composição por Justaposição ocorre quando duas ou mais palavras são justapostas, ou seja, são postas lado-a-lado, e formam outra palavra com sentido próprio sem que haja alterações em sua forma escrita ou em sua pronúncia.

Diversos substantivos, adjetivos, advérbios e locuções em Língua Portuguesa foram e continuam sendo formados pelo processo de Composição por Justaposição. Esse processo pode ocorrer de dois modos: descritivo e metafórico.

Modo descritivo

Ocorre quando a palavra é formada tendo em vista suas características mais evidentes, como:

  • beija-flor
  • pombo-correio
  • girassol
  • lava-louças
  • papel-alumínio
  • guarda-roupa
  • asadelta

Modo metafórico

Ocorre quando a palavra formada é resultado do sentido figurado/conotativo da linguagem. Veja os exemplos:

  • louva-a-deus
  • arranha-céu
  • Maria-sem-vergonha
  • Bem-me-quer

As palavras podem ser justapostas com ou sem o auxílio do hífen, é o caso dos substantivos “beija-flor” (com hífen) e “girassol” (sem hífen). Veja outros exemplos de composição por Justaposição com e sem o auxílio do hífen:

Palavras compostas por Justaposição com o auxílio do hífen:

  • pombo-correio
  • lava-louças
  • guarda-roupa
  • beija-flor
  • para-raios
  • papel-alumínio
  • quinta-feira
  • guarda-roupa
  • amor-perfeito
  • arco-íris
  • couve-flor
  • saca-rolhas
  • peixe-espada
  • cavalo-marinho
  • cachorro-quente
  • ano-luz
  • guarda-chuva
  • guarda-sol

Palavras compostas por Justaposição sem o auxílio do hífen

  • madrepérola
  • audiovisual
  • passatempo
  • malmequer
  • pontapé
  • varapau
  • vaivém
  • mandachuva
  • asadelta
  • café com leite
  • cão de guarda
  • dia a dia
  • paraquedas
  • girassol
  • água de colônia

O novo acordo ortográfico e as alterações das palavras compostas por Justaposição

Em vigor desde 2009 no Brasil, o novo acordo ortográfico estabelece que o hífen deve ser mantido nas palavras compostas sem a presença de elementos de ligação entre elas, formando um vocábulo com unidade de sentido. Observe os exemplos:

  • guarda-roupa
  • guarda-chuva
  • segunda-feira
  • ano-luz
  • arco-íris
  • peixe-espada
  • tio-avô
  • decreto-lei
  • norte-americano
  • mato-grossense
  • tenente-coronel

Embora não representem uma unidade de sentido, são incluídas nessa regra as Onomatopeias, figuras sonoras utilizadas para representar sons e ruídos, como:

  • blá-blá-blá
  • mi-mi-mi
  • zás-trás
  • zum-zum
  • reco-reco

O hífen não deve ser utilizado nas palavras compostas com o auxílio de elementos de ligação, é o caso das locuções substantivas, adjetivas, pronominais, adverbiais, prepositivas ou conjuncionais. Veja os exemplos:

  • café com leite
  • fim de semana
  • sala de jantar
  • pé de moleque
  • pé de pato
  • pé de galinha
  • cão de guarde
  • dia a dia
  • fim de semana

Algumas locuções, em razão do uso entre os falantes da língua, adquiriram significado próprio e por isso são exceção à regra, como é o caso de:

  • água-de-colônia
  • arco-da-velha
  • cor-de-rosa
  • amor-mais-que-perfeito
  • pé-de-meia
  • pé-de-moleque
  • ao deus-dará
  • à queima-roupa

A utilização do hífen permanece inalterada nas palavras que distinguem espécies da fauna e flora:

  • erva-doce
  • couve-flor
  • beija-flor
  • bem-te-vi
  • mico-leão-dourado
  • capim-santo
  • fruta-pão

Também, permanecem inalterados os substantivos próprios iniciados com o adjetivo Grã/Grão:

  • Grã-Bretanha
  • Grã-Pará
  • Grão-Mestre

O hífen deve continuar sendo utilizado em palavras iniciadas pelos advérbios “bem” e “mal” e pelas palavras “além”, “aquém”, “recém”, “sem”:

  • bem-amado
  • bem-casado
  • mal-estar
  • mal-entendido
  • bem-vindo
  • mal-humorado
  • bem-nascido
  • recém-nascido
  • sem-noção
  • além-mar

Palavras compostas por Justaposição que perderam o hífen após o novo acordo ortográfico

Algumas palavras, em razão das alterações de usos pelos usuários da língua, deixaram de ter o hífen em sua composição, como:

  • girassol
  • madrepérola
  • madresilva
  • pontapé
  • mandachuva
  • paraquedas
  • asadelta
  • botafora

Referência:

ABURRE, Maria Luiza M. Gramática: texto: análise e construção de sentido. Volume único. 2. ed. São Paulo: Moderna, 2010. p. 136 a 140.

More Questions From This User See All

Smile Life

Show life that you have a thousand reasons to smile

Get in touch

© Copyright 2022 ELIB.TIPS - All rights reserved.